Visualizar
Loading...

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Espingarda e tablete de maconha são apreendidas em Janaúba, MG

Três homens de 22, 26 e 34 anos foram presos.
Material estava em uma casa que seria usada como ponto do tráfico. 

Do G1 Grande Minas
Maconha e arma foram apreendidas na casa de um dos presos (Foto: Divulgação / Polícia Militar)Maconha e arma foram apreendidas na casa de um dos presos (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
A Polícia Militar de Janaúba (MG) prendeu três homens, de 22, 26 e 34 anos, com 400 gramas de maconha e uma espingarda. Eles foram detidos na Rua Nossa Senhora de Fátima, no São Lucas.
Uma equipe da PM fazia patrulhamento quando os três foram abordados, eles tentaram fugir ao perceber uma viatura se aproximando.
De acordo com a PM, a maconha estava no quintal da casa de um dos homens e a espingarda foi encontrada dentro do imóvel, junto com duas balanças.
Segundo a PM, um dia antes da prisão foram recebidas várias denúncias de que os três estavam traficando drogas no local. Eles foram levados para a delegacia junto com o material apreendido.

Carro usado em assassinato de professora é encontrado em Japonvar

Veículo estava escondido em um canavial na comunidade de Lagoinha.
Um revólver também foi achado no local.

Do G1 Grande Minas
Veículo estava escondido em um canavial. (Foto: Divulgação/PM)Veículo estava escondido em um canavial. (Foto: Divulgação/PM)

A Polícia Militar apreendeu na manhã desta segunda-feira (22) o veículo usado pelo suspeito de matar a professora Regiane Alves de Almeida, em Japonvar, Norte de Minas. Segundo a PM, militares encontraram o veículo escondido em um canavial na comunidade de Lagoinha. Um revólver também foi localizado próximo ao veículo.
O crime foi dia 12 deste mês. Regiane Alves, de 27 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-companheiro em frente a escola em que ela trabalhava, onde ensinava Português e Literatura há 10 anos. Estudantes que chegavam para as aulas presenciaram o assassinato. Após o crime, o suspeito fugiu do local com a ajuda do irmão gêmeo dele.
A PM informou que suspeito de ajudar na fuga, Fernando Antônio Alves Mendes, de 27 anos, foi preso em uma blitz de rotina em Sobradinho, Distrito Federal, no sábado (20). Fabiano Alves Mendes, autor dos disparos, continua foragido.

Visualizar

PM também apreendeu drogas, pasta base, joias, arma e munição. 
Três pessoas foram presas, dois homens e uma mulher.

Michelly OdaDo G1 Grande Minas
Material apreendido em Pirapora (Foto: Divulgação / Polícia Militar)Material apreendido em Pirapora (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
A  Polícia Militar apreendeu R$ 99 mil, além de notas de dólares, euro e peso chileno em um bar no Centro de Pirapora (MG). Foram apreendidas também duas armas, uma de uso restrito, munição, cigarro contrabandeado, drogas e joias. Três pessoas foram presas.

Segundo a PM, o material foi apreendido durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão. A maioria dos objetos estava em um bar na Rua Maranhão, no Centro. A PM já havia recebido várias denúncias de que proprietário do estabelecimento estava vendendo drogas no local. Na casa dele foram encontrados o dinheiro, três papelotes de cocaína, uma bucha de maconha, duas balanças, 12 pacotes de cigarros contrabandeados, 512 gramas de pasta base de cocaína, munições, 13 folhas de cheque sem os valores e com as assinaturas dos correntistas e joias.
Em um imóvel na Rua Camilo dos Santos, no Bairro Santos Dumont, foram localizadas uma bucha de maconha, uma porção de cocaína, uma de crack e ácido bórico. Um idoso de 73 anos foi levado para a delegacia. Ele disse para os militares que o material pertence a outra pessoa, que não foi localizada.
Em outra casa da mesma rua foram apreendidos quatro papelotes de crack, uma bucha de maconha e dois rádios. Uma mulher de 18 anos foi presa.

Investigados por roubo, sequestro e cárcere privado são presos em MG

Cinco homens foram presos em operação realizada pela PC de Curvelo. 
Eles também são investigados por formação de quadrilha.

Michelly OdaDo G1 Grande Minas
Parte do material apreendido com os cinco investigados (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Parte do material apreendido com os 5 investigados
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)
Cinco homens foram presos nesta terça-feira (23), pela Polícia Civil de Curvelo (MG), durante a operação “Santana”. Eles são investigados por roubo qualificado, formação de quadrilha, sequestro e cárcere privado. As vítimas dos criminosos eram empresários e donos de postos de combustíveis.
Segundo as informações da PC, além dos cinco mandados de prisão, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão. As investigações duraram cinco meses. Foram apreendidos dois revólveres, munição, seis veículos, sendo quatro carros e duas motos, uma balança, dinheiro, cheques, documentos e celulares. A polícia também encontrou roupas usadas nos assaltos, capacetes e botas.
Armas também foram apreendidas pela PC (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Armas também foram apreendidas pela PC
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)
De acordo com o delegado André Pelli, seis inquéritos de crimes cometidos em 2015 foram abertos para investigar os cinco homens, mas há suspeitas que eles agissem há mais tempo. Pelli destaca a sofisticação da quadrilha, que planejava a ação e fazia levantamentos da rotina das vítimas, além de utilizar capacetes e máscaras para dificultar que os integrantes do bando fossem reconhecidos e identificados.
A operação contou com a participação de 40 policiais civis, de Curvelo, Três Marias,CorintoBuenópolis, Sete Lagoas eFelixlândia. Todos os envolvidos foram encaminhados para o presídio de Curvelo.
Visualizar

Rapaz de 20 anos é preso com pistola e drogas em Janaúba, MG

Rapaz foi abordado no Bairro Cerâmica, durante patrulhamento da PM.
Ele portava pistola, as drogas foram apreendidas na casa dele.

Do G1 Grande Minas
Material apreendido com o rapaz em Janaúba (Foto: Divulgação / Polícia Militar)Material apreendido com o rapaz em Janaúba (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
Um rapaz de 20 anos foi preso no Bairro Cerâmica, em Janaúba (MG), nesta quarta-feira (24), com drogas e uma arma. A Polícia Militar fazia patrulhamento pelo local quando abordou o suspeito. Com ele foi encontrada uma pistola com munições.
Em seguida, a PM foi até a casa do rapaz, onde foram apreendidas quatro pedras de crack brutas, um papelote de cocaína, além de material para embalar a droga. Na cozinha foi encontrada ainda uma balança.
O jovem, que já tem passagens por tráfico de drogas, foi levado para a delegacia.

PC prende suspeito de integrar quadrilha de furto de eucalipto em MG

Madeira era furtada na região da Serra Geral e vendida em Curvelo, diz PC.
Um dos investigados permanece foragido da Justiça.

Do G1 Grande Minas
Caminhão utilizado para o transporte da madeira clandestina (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Caminhão utilizado para o transporte da madeira clandestina (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
Já está no presídio de Buenópolis (MG) o homem que é investigado por participar de uma quadrilha que furtava eucalipto na região conhecida como Serra do Cabral. O material iria ser entregue em uma madeireira em Curvelo (MG). Ele foi preso em casa, durante a operação “Serra Pelada”, realizada pela Polícia Civil. Duas armas sem registro foram apreendidas com ele.
As investigações começaram depois que outra pessoa foi detida em abril deste ano, furtando madeira em uma fazenda. Segundo as informações da PC, o preso fazia parte de um grupo criminoso que, além dos furtos, também fazia o transporte, a receptação e a venda da madeira.
  •  
Um dos locais onde o eucalipto era retirado (Foto: Divulgação / Polícia Civil)Um dos locais onde o eucalipto era retirado
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)
Após dois meses, a PC concluiu que para dificultar a ação da polícia, o grupo fazia o corte e o transporte do eucalipto durante a noite. Além do homem preso na operação, outra pessoa está foragida da Justiça. De acordo com a PC, os dois estavam tentando fazer com que possíveis testemunhas depusessem a favor deles.
Os envolvidos podem responder por crimes ambientais, furto qualificado e associação criminosa. Outras duas pessoas também foram indiciadas pelos crimes, mas não foi determinada a prisão delas. O homem que foi detido também pode ser penalizado por porte ilegal de armas.
Segundo a Polícia Civil, as investigações continuam e outras pessoas podem ser punidas.
Visualizar

Dupla foi detida neste sábado (27) na penitenciária de Uberaba.
Além de celulares, PM apreendeu carregadores, dinheiro e maconha.

Do G1 Triângulo Mineiro
Celulares apreendidos com jovens em penitenciária de Uberaba (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Celulares apreendidos com jovens em Uberaba
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Duas jovens de 19 anos foram detidas neste sábado (27) após tentarem entrar com celulares na penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba. Os aparelhos estavam escondidos em um fundo falso de uma vasilha com lasanha. Em nota, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que a direção-geral da penitenciária instaurou um procedimento interno para apurar o fato. 
Segundo informou a Polícia Militar (PM), os aparelhos foram encontrados durante a revista aos visitantes feita por agentes penitenciários. A PM foi chamada e também revistou o carro que estava em posse das jovens, nas imediações da penitenciária. No interior do veículo foram encontrados mais celulares, dinheiro, carregadores e uma pequena quantidade de droga. No total, 27 aparelhos foram apreendidos, de acordo com a polícia.
As jovens não quiseram identificar a proprietária do veículo. As duas foram ouvidas pelo delegado Luiz Antônio Blanco e irão responder em liberdade por crime contra administração da Justiça. A pena varia de 3 meses a um ano. 
​A assessoria da Seds informou que os dois detentos que receberiam o material passarão pelo Conselho Disciplinar da unidade. Eles poderão sofrer sanções administrativas.


Homem é detido em MG após abastecer carro roubado e não pagar

Havia um mandado de prisão em aberto contra ele.
Suspeito agia dessa forma na região e foi pego em Coronel Pacheco, diz PMR.

Do G1 Zona da Mata
Carro roubado apreendido pela PMR em Coronel Pacheco em Rio Pomba, Zona da Mata (Foto: Polícia Militar Rodoviária/Divulgação)Carro usado pelo suspeito era roubado
(Foto: Polícia Militar Rodoviária/Divulgação)
Um homem de 31 anos foi detido após abastecer em um posto de combustíveis e sair sem pagar na noite desta terça-feira (30) na MG-353 em Coronel Pacheco, na Zona da Mata. Segundo a Polícia Militar Rodoviária  (PMR) o suspeito estava em um carro roubado e tinha um mandado de prisão em aberto.
A PMR informou que a Polícia Militar de Rio Pomba entrou em contato com os policiais e contou que o homem tinha abastecido em um posto de combustíveis da cidade e seguido em direção a Juiz de Fora sem pagar a conta de R$ 79. Ainda segundo a PMR, o suspeito já havia feito o mesmo em outros estabelecimentos da região.
Os policiais rodoviários abordaram o veículo no Km 70 da rodovia e, após consultas, descobriu que o carro era roubado e que havia um mandado de prisão em aberto contra o suspeito. A PMR não soube informar qual crime o homem havia cometido.
No automóvel também estava uma mulher de 34 anos que disse aos policiais que tinha pegado carona com o homem. A mulher foi liberada e o homem encaminhado à delegacia. O G1 entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda retorno.
Visualizar

Trio é suspeito de roubo a agência de Centralina, diz PM.
Foram apreendidas armas, um veículo e cerca de R$ 13 mil.

Do G1 Triângulo Mineiro
A Polícia Militar de Centralina realiza buscas a dois homens que roubaram uma agência bancária na manhã desta segunda-feira (22). A dupla chegou a pé no estabelecimento situado na região central, rendeu uma vigilante e amarrou funcionários para efetuar o  (Foto: PM Centralina/ Divulgação)Assalto ocorreu na agência dos Correios de Centralina (Foto: PM Centralina/ Divulgação)
Três pessoas foram detidas nesta sexta-feira (26), em Uberlândia, suspeitas de envolvimento no assalto a uma agência dos Correios em Centralina, no Triângulo Mineiro, ocorrido no início desta semana. 
De acordo com a assessoria do 54º Batalhão da Polícia Militar,  após uma denúncia anônima e interação entre os serviços de inteligência do 54º BPM e a PM de Uberlândia, os militares localizaram o trio. Foram apreendidas quatro armas de fogo, um veículo roubado e cerca de R$ 13 mil. A assessoria da PM informou que as diligências continuam.
O roubo em Centralina ocorreu no dia 22 de junho. Os assaltantes chegaram no estabelecimento situado na região central e renderam uma vigilante. Eles amarraram funcionários e efetuaram o roubo. Não foi informado o valor levado.



Polícia prende suspeito por morte de namorados no carnaval de Perdões

Homem de 24 anos foi detido em casa; motivação seria vingança.
Casal e rapaz foram mortos no dia 18/02; 4 suspeitos já haviam sido presos.

Do G1 Sul de Minas
Um homem de 24 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (1º) suspeito da morte de um casal de namorados no dia 18 de fevereiro deste ano, em Perdões (MG). Segundo o delegado responsável pelas investigações, Tiago Veiga Ludwig, a polícia chegou até o suspeito após depoimento de testemunhas que viram o crime.
Segundo relato ao delegado, um carro prata com o suspeito e o irmão dele, menor de idade, se aproximou do casal de namorados próximo à Praça da Matriz e, primeiramente, dispararam três vezes em Jander Junior dos Santos, de 18 anos, que estava com a namorada. Após os disparos, Tamires Souza Santos, de 20 anos, saiu correndo, mas foi seguida pelo carro e baleada cinco vezes. Os dois morreram no local.
Após o crime, houve troca de tiros entre os suspeitos e a polícia, mas eles não foram encontrados. A motivação do crime teria sido vingança. O irmão de Jander teria tentado matar o suspeito em 2013. Tamiris teria sido confundida com a namorada do irmão de Jander à época.
Polícia investiga relação entre crimes de casal de namorados e jovem em Perdões (Foto: Reprodução EPTV)Polícia conclui investigação sobre triplo homicídio no carnaval de Perdões (Foto: Reprodução EPTV)
O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Perdões e deve ser levado para o Presídio de Campo Belo (MG) ainda nesta quarta-feira. O irmão dele, que estaria junto no dia do crime, não foi detido.
Carnaval com triplo homicídio
Três pessoas foram assassinadas na madrugada do dia 18 de fevereiro em Perdões. As vítimas participavam da festa de carnaval que acontecia no Centro da cidade. O primeiro crime aconteceu na Rua Beltrão Pereira. Álvaro Liandro Rodrigues dos Santos, de 29 anos, o Nadinho, vendia cervejas em uma caminhonete quando foi atingido por disparos nas costas.
A segundo ocorrência aconteceu pouco depois, perto de uma praça, também na área central da cidade. Um casal de namorados foi assassinado com tiros na cabeça. Policiais que passavam pelo local viram quando dois homens em um carro dispararam contra o casal e em seguida, fugiram em direção a Campo Belo. Jander Junior dos Santos, de 18 anos, morreu no local. A namorada dele, Tamires Souza Santos, de 20, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.
No dia 25 de fevereiro, a polícia prendeu quatro suspeitos do assassinato de Álvaro Liandro Rodrigues dos Santos, o Nadinho. O delegado Tiago Veiga Ludwig identificou o grupo pelas imagens de câmeras de segurança instaladas próximas ao local do crime, que registraram o momento em que um dos suspeitos atira na vítima. Todos os envolvidos aparecem nas imagens.
Segundo o delegado, o motivo do crime também seria vingança por Nadinho ter brigado com o irmão de um dos suspeitos.
Visualizar

Adolescentes são apreendidos com armas e drogas em Arcos

Operação ocorreu após denúncias anônimas.
Eles foram encaminhados para a delegacia, ouvidos e liberados.

Do G1 Centro-Oeste de Minas
Três espingardas foram apreendidas (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Três espingardas e munições foram apreendidas
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Dois adolescentes de 16 e 17 anos foram apreendidos nesta terça-feira (30), em posse de armas de fogo em Arcos. De acordo com a Polícia Militar (PM), com os menores foram localizados ainda, munições e drogas. Os militares ainda afirmam que a dupla já tem passagens por tráfico de drogas. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Formiga, ouvidos e liberados.
Segundo a PM, a ação iniciou após os militares receberem denúncias anônimas. A primeira arma, uma espingarda calibre 28, foi localizada na casa de um adolescente de 16 anos, no Bairro Esperança I. Além da arma, duas munições foram localizadas. Durante o atendimento, os militares encontraram outro suspeito, de 17 anos. Ambos teriam confessado aos policiais que o armamento foi furtado em um sítio entre as cidades de Arcos e Iguatama.
Na sequência, outras duas espingardas com a documentação em estado irregular foram apreendidas em dois sítios distintos da Comunidade Rural de Paineiras. Uma delas, espingarda calibre 36, e a outra, espingarda calibre 20. Vários cartuchos carregados e deflagrados também foram apreendidos, além de tabletes e buchas de maconha e duas porções de cocaína. Eles foram encaminhados para a delegacia, ouvidos e liberados.


Polícia apresenta três suspeitos de cometer assassinatos em Uberlândia

Trio nega os crimes; em um dos casos dois irmãos foram mortos.
Um dos suspeitos já tem duas condenações por homicídio.

Caroline AleixoDo G1 Triângulo Mineiro
Suspeitos de homicídios em Uberlândia (Foto: Caroline Aleixo/G1)Polícia pediu prisão preventiva dos três suspeitos
em Uberlândia (Foto: Caroline Aleixo/G1)
A Polícia Civil apresentou, na manhã desta quarta-feira (1º), três suspeitos de cometer assassinatos em Uberlândia entre 2014 e 2015. Entre eles um investigado por um duplo homicídio registrado no Bairro Marta Helena, no ano passado, quando dois irmãos foram mortos em uma papelaria, além de um terceiro baleado.
Um dos suspeitos é João Luiz Muniz Dantas, 32 anos, suspeito de participar do assassinato de Pablo Rodrigo Juliano no dia 26 de janeiro deste ano. O corpo da vítima foi encontrado às margens da BR-050, próximo ao Bairro São Jorge, com várias perfurações de arma de fogo. Segundo as investigações da polícia, o crime foi cometido devido a uma desavença no trabalho entre a vítima e o comparsa de João Luiz, que está foragido.
O segundo apontado pela Polícia Civil se trata de Diego Leal Garcia, 28, que é investigado por ter matado Abrahão Jorge Affiune Filho no último mês de fevereiro por conta de uma dívida de drogas. O corpo da vítima foi encontrado na manhã do dia 27 de fevereiro em um terreno aos fundos do loteamento Jardim Sul, próximo ao parque de exposições Camaru. “Nós chegamos até ele por meio da apreensão de um menor que confessou o crime e acabou entregando o Diego”, disse o delegado de Homicídios, Matheus Ponsancini.
A intenção era matar o terceiro baleado por causa da disputa de ponto de drogas na região".
 Matheus Ponsancini, delegado
Luis Humberto Reis Matos, também de 28 anos, é apontado como autor do homicídio de dois irmãos e outra tentativa de homicídio no Bairro Marta Helena, registrados em outubro de 2014. O crime foi próximo à Escola Estadual Presidente Tancredo Neves quando os criminosos roubaram o carro de uma mulher de 40 anos e, em seguida, efetuaram os disparos contra as vítimas.
O delegado ressaltou que as duas vítimas foram mortas sem ter qualquer envolvimento com o crime de roubo. “A intenção era matar o terceiro baleado por causa da disputa de ponto de drogas na região, porém matou dois irmãos que nada tinham a ver com o tráfico de drogas”.
O suspeito já tem duas condenações por homicídio e nega a autoria dos demais crimes. Os outros dois criminosos também negaram os fatos. O inquérito foi concluído e será remetido ao Judiciário. Com a prisão preventiva do trio decretada, os suspeitos se encontram presos no Presídio Professor Jacy de Assis.
Visualizar

Dupla é detida com estimulantes sexuais e maconha em Pará de Minas

Remédios foram comprados no Paraguai, segundo a PM.
Suspeitos foram flagrados no Bairro Nossa Senhora das Graças.

Do G1 Centro-Oeste de Minas
Material apreendido em Pará de Minas (Foto: Polícia Militar/ Divulgação)Material foi apreendido com jovens no Bairro Nossa Senhora das Graças (Foto: Polícia Militar/ Divulgação)
Dois jovens de 27 anos foram presos com droga e remédios de venda proibida nesta terça-feira (30) em Pará de Minas. Segundo a Polícia Militar (PM), com a dupla foi apreendida 142 comprimidos de estimulante sexual, R$ 842 em dinheiro e uma bucha de maconha.
De acordo com a PM, o remédio comprado no Paraguai foi localizado em uma casa na Rua Antônio Praxedes, no Bairro Nossa Senhora das Graças. Os suspeitos foram presos e encaminhados juntamente com o material apreendido para a Delegacia de Polícia Civil de Pará de Minas.

Operação da PF prende suspeitos de participar de rede de pedofilia

Polícia executou 27 prisões preventivas, sendo seis em flagrante.
'Operação Moikano' foi deflagrada depois de prisão em Itu (SP), em 2014.

Tássia LimaDo G1 Sorocaba e Jundiaí
Uma investigação da Polícia Federal descobriu uma rede internacional de pedofilia, da qual faziam parte pelo menos 120 homens, sendo que 70 deles são de outros países. Os mandados de prisão  foram expedidos pela Justiça em 13 estados brasileiros e no Distrito Federal na "Operação Moikano", deflagrada nesta terça-feira (30). Todos armazenavam ou compartilhavam material pornográfico infantil e alguns estupravam e produziam o próprio material, segundo a Polícia Federal.
De acordo com a PF, o balanço final da operação é de 27 presos. Dessas detenções, 21 foram preventivas e seis em flagrante. Todas as buscas foram cumpridas e dois abusadores sexuais de criança identificados.
Segundo informações do delegado que coordenou a operação, Valdemar Latance Neto, da PF de Sorocaba (SP), o homem, apelidado de "Moikano", foi o ponto de partida para encontrar os outros suspeitos. O suspeito foi o primeiro a ser preso, em Itu (SP), e foi identificado em abril de 2014. "Nós apreendemos computadores na casa dele com arquivos contendo material de abuso sexual de crianças. Começamos a procurar os contatos dele e chegamos a outros 50 suspeitos no Brasil e mais 70 no exterior", explica Latance.
Na região de Sorocaba (SP), um homem foi detido nesta terça-feira em flagrante armazenando arquivos com pornografia infantil em Salto (SP). Além disso, a polícia encontrou conversas dele com outros pedófilos em que ele afirmava manter relações sexuais com uma criança de 11 anos.
Se a afirmação for comprovada, ele vai responder por estupro de vulnerável, com pena entre oito e 15 anos de prisão, além de compartilhamento do material proibido, que pode dar de três a seis anos de detenção. O suspeito foi levado para a cadeia de Pilar do Sul (SP).
Em todo o Brasil, outros oito suspeitos também foram presos em flagrante armazenando materiais semelhantes.  "85% desses que consomem pornografia infantil vão tentar ou vão conseguir consumar o estupro pelo menos uma vez na vida. Todos eles são potenciais abusadores", diz o delegado. Todos vão responder por armazenamento de arquivos contendo pornografia infantil, cuja pena varia de um a quatro anos de prisão. Quanto aos 70 suspeitos internacionais, a PF repassou as informações às autoridades dos 11 países de origem.
Operação da PF prende suspeitos de participar de rede de pedofilia (Foto: Reprodução/TV TEM)Operação da PF prende suspeitos de participar de
rede de pedofilia (Foto: Reprodução/TV TEM)
Em Santo André, na Grande São Paulo, um estudante que, segundo o delegado, tem entre 20 e 30 anos, armazenava material de abuso sexual infantil produzido por ele mesmo. "Ele estuprava e documentava tudo", afirma Latance. Durante a operação, a polícia ainda conseguiu evitar um estupro no estado de Santa Catarina. Segundo o delegado, a vítima era vizinha do suspeito e o contato entre os dois foi interceptado pela PF, que conseguiu impedir o crime.
A Polícia Federal informou que pretende identificar as vítimas por meio dos materiais apreendidos para que elas sejam ouvidas.
Operação 'Moikano'
Ao todo, 250 policiais federais cumprem 31 mandados de prisão e 50 de busca e apreensão em todo o Brasil. O objetivo da operação é combater o compartilhamento de arquivos com imagens de abuso sexual de crianças e adolescentes na internet.
De acordo com a PF, o suspeito identificado como Moikano era um dos responsáveis pelo compartilhamento do material em grupos na internet. Segundo as investigações, o grupo ainda trocava orientações na internet sobre como abordar e conquistar a confiança das crianças.
Os 81 mandados judiciais, autorizados pela 1ª Vara Federal de Sorocaba (SP), estão sendo cumpridos nos estados de São Paulo,  Acre,  Amazonas,  Bahia,  Ceará,  Minas GeraisPará,PernambucoPiauíParanáRio de JaneiroRio Grande do SulSanta Catarina e no Distrito Federal. Além disso, informações obtidas durante a investigação sobre os suspeitos estrangeiros foram repassadas para autoridades policiais de 11 países.
Os investigados responderão criminalmente, de acordo com suas participações, por armazenamento e compartilhamento de arquivos contendo pornografia infanto-juvenil, bem como por estupro de vulnerável nos casos em que se confirmarem as suspeitas de abusos sexuais de crianças.
Sede da Polícia Federal, em Sorocaba (Foto: Reprodução/TV TEM)Investigação é feita pela equipe da Polícia Federal, em Sorocaba (Foto: Reprodução/TV TEM)
Visualizar