Visualizar
Loading...

sábado, 14 de janeiro de 2012

Mulher é pivô de homicídio em Belo Oriente

Pedreiro é assassinado por marido enciumado. Vítima recebeu tiros na cabeça 

BELO ORIENTE – Ocorrido no final da tarde desta quinta-feira (12) em um bar do Bairro Vila Honório, em Belo Oriente, o assassinato do pedreiro José Lúcio da Silva, de 35 anos, pode ter sido um crime passional. O suspeito, Edivarde Epitácio Menezes, 42, teria cometido o homicídio por estar com ciúmes da esposa, que já teve um relacionamento com a vítima. Polícia Civil e Polícia Militar procuram o acusado, que fugiu logo depois de executar José Lúcio com tiros na cabeça.  
AKR e Reprodução / JVA

Moradores se aglomeram em frente ao estabelecimento onde José Lúcio (no detalhe) foi executado

O dono do bar, o comerciante José Ricardo Gomes Rosa, conversou com o jornal VALE DO AÇO e falou sobre os momentos que antecederam o assassinato. “Eu ouvi falar que a vítima estava rodeando a residência do rapaz que a matou. Edivarde achou José Lúcio conversando com a esposa dele e os dois começaram a discutir. Vieram para o meu boteco e, infelizmente, aconteceram esses disparos”, contou o dono do estabelecimento.
A mulher apontada como pivô do crime era casada com Edivarde, se separou dele e começou um relacionamento com o pedreiro. Porém terminou o caso e voltou para o ex-marido há cerca de dois meses. “O homem que matou tentou conversar com José Lúcio para que parasse de rodear a casa dele, mas não adiantou”, revelou José Ricardo, para acrescentar: “Edivarde é uma ótima pessoa. Tomava café aqui em casa todo dia e é igual um filho para mim. Quando saio, é ele que toma conta do boteco, pois minha filha é menor e não pode olhar o bar”. Conforme o comerciante, o pedreiro era recém-chegado em Belo Oriente. 

DiálogoUma adolescente que presenciou José Lúcio ser executado conversou com o jornal VALE DO AÇO e descreveu o que viu. Segundo ela, a vítima pediu um copo de vinho misturado com cachaça. O autor do crime também pediu um copo de vinho, mas puro. José Lúcio tomou a bebida e deixou o copo vazio em cima do balcão. Edivarde então pegou o copo de vinho que havia comprada e ofereceu à vítima, afirmando: “Você é um cara gente boa”. Em seguida, o homicida teria tentado efetuar um disparo no ouvido da vítima, mas não conseguiu. Depois ele atirou mais uma vez, acertando a nuca do pedreiro, que tombou sem vida perto de uma sinuca e recebeu outro disparo no queixo. 

Discussão
Ainda de acordo com o proprietário do estabelecimento onde o homicídio aconteceu, houve uma última desavença entre o assassino e vítima pouco antes dos tiros. “José Lúcio disse: ‘Porque em todo canto que eu vou você está vindo atrás de mim e me perseguindo?’. Edivarde respondeu: ‘Eu venho aqui por que é público. A rua é pública’. Logo depois aconteceram os disparos”, relatou o comerciante, que complementou: “Dias atrás eu conversei com José Lúcio e aconselhei: ‘Você está com problema com o Edivarde e com aquela mulher? Fica ativo... Arruma outra mulher pra você e pára com essa bobagem’. O avisei, mas ele não me deu ouvidos”. 
José Ricardo afirmou que a morte no bar lhe trouxe muitos transtornos. “Estou chateado demais e meus filhos também, aborrecidos e traumatizados”, disse. “Esse rapaz que matou está trabalhando no Rio de Janeiro, em uma usina nuclear lá”, revelou.  

Paradeiro 
O local do assassinato foi vistoriado pelos peritos Gilmar Miranda e Hebert De Mingo, da Polícia Civil, que encontraram uma porção de maconha em meio aos pertences da vítima. O corpo de José Lúcio foi trazido para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga. O delegado Elder Chantal, responsável pela Polícia Civil em Belo Oriente, foi ao bar onde a vítima morreu e deu início às investigações. Informações acerca do paradeiro do assassino podem ser repassadas à polícia através do disque-denúncia unificado dos polícias, o 181. 


Crime passional em Belo Oriente

Autor teria armado uma arapuca para amante de esposa

Reprodução / DIÁRIO DO AÇO
I016428.jpg
O pedreiro José Lúcio foi morto com três tiros na região da cabeça

BELO ORIENTE - A polícia está atrás de Edivarde Epitácio Menezes, de 42 anos, suspeito de matar a tiros o pedreiro José Lúcio da Silva, de 35 anos. O crime aconteceu dentro de um bar, na rua Bela Vista, bairro Vila Honório, no fim da tarde de quinta-feira (12), possivelmente motivado pelo envolvimento da vítima com a mulher de Edivarde.
Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 17h, no bar do Ricardo. O proprietário do comércio, Ricardo Gomes Júnior, contou que trabalhava no momento em que o suspeito invadiu o local e, com uma arma de fogo, disparou três vezes contra a cabeça da vítima.
Os peritos Gilmar Miranda e Hebert De Mingo estiveram no local do fato e recolheu no bolso da calça da vítima uma porção de maconha. Os policiais militares foram até a casa do suspeito, na rua Boa Vista, no mesmo bairro, porém ele não foi encontrado. O corpo foi removido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga.
O DIÁRIO DO AÇO conversou com a irmã de José Lúcio, a dona de casa Maria Aparecida da Silva, 38 anos. Ela informou que o irmão morou algum tempo em Ribeirão Preto/SP, quando se separou da esposa e mudou-se para Belo Oriente, indo morar no bairro Santa Terezinha.
Neste tempo, segundo Maria Aparecida, ele começou a se relacionar com uma mulher, que na época era separada de Edivarde. O casal teria reatado, mas o pedreiro continuava a se encontrar as escondidas com ela. “A gente dava conselho, mas era ela que procurava meu irmão, ligava para ele direto”, comentou Aparecida.

Premeditação
Ela acredita que Edivarde premeditou tudo, pedindo para uma mulher ligar para José Lúcio, se passando pela amante, e marcar um local de encontro num bar. “Chegando lá, era este rapaz que o esperava. Eles conversaram, e assim que meu irmão levou um copo de vinho à boca, aconteceu o tiro. É o que fiquei sabendo pelo meu primo”, revelou a irmã do pedreiro.
Aparecida disse ainda que, na quarta-feira, um dia antes do crime, a amante do irmão o procurou. Assim que ela saiu, um rapaz de moto a pegou. Depois, o casal foi visto procurando José Lúcio na casa de sua mãe, na zona rural de Belo Oriente.
O enterro do corpo da vítima aconteceu no cemitério municipal de Belo Oriente. Ele não deixou filhos e era de uma família de três irmãos, além de uma irmã por parte de pai, fruto de outro relacionamento. “Eu não acredito muito na Justiça da terra não. Você vai preso, advogado paga fiança e sai. A justiça de Deus não tem como sair dela”, finalizou Maria Aparecida.

8 comentários:

  1. eu tambem acredito que foi premeditado a morte de jose lucio estes assasinos e para tar atras das grades

    ResponderExcluir
  2. queria saber porque a justiça sabendo que a mulher e causadora da morte do irmao jose lucio da silva se ela nao fose tao culpada porque ela nao evitou esta tragedia entao ela e culplis deste crime eu pergunto porque ela nao ta na cadeia.sobre a morte de jose lucio da silva de belo oriente de 35 anos a morte tragica assasinos merece xadreizao

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que a Mulher e o assacino devem ir pra cadeia, o que se faz aqui na terra se paga, Deus sabe qual foi a intenção dessa mulher com o Jose Lucio, se ela arrumo essa armação ela vai PAGA, porque oque se faz oque se paga, Deus tarda mais não falha.

    ResponderExcluir
  4. A MORTE DE JOSE LUCIO FOI MUITO TRAGICA EU E A FAMILIA E AMIGOS E CONHECIDOS DELE SOFRE MUITO PELA PERCA DELE ELE ESTA FAZENDO MUITA FALTA PARA NOS,ESTA MULHER NAO SER PRESA ENTAO ELA DEVE TRABALHAR PARA A COMUNIDADE PRESTANDO SERVIÇO PARA PAGAR A CULPLICIDADE.JOSE LUCIO ERA UM HOMEM MUITO BOM NAO DEVERIA MORRER DESTA FORMA O ASSASINOS JA ERA PARA ESTAR ATRAS DAS GRADES.

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus aonde esta a sua justiça?? porque uma mulher e um homem desses não vão presos? quando eles vão pagar pela morte de Jose Lucio?? Essa mulher ia atraz de Jose Lucio, e por ele ser um moço de bom coração nao via malicia nessa moça e nesse moço que infelismente matou Jose Lucio. e a esposa verdadeira dele esta sofrendo muito, porque aonde ja se viu mata alguem assim, por uma mulher que ajudou a matar um moço de bem, pra ajudar um moço que mais cedo ou mais tarde pode matar ela tambem, mais ela só não pode esquecer que Deus tarda mais não falha, eu sei que falando tudo isso nao vai trazer o Jose Lucio de volta, mais eu sei que falando tudo isso a justiça do Homem da terra, fara eles pagarem a morte de Jose Lucio.

    ResponderExcluir
  6. NO MEU PONTO DE VISTA, ESSA SITUAÇÃO TODA SÓ ACONTECEU POR UM MOTIVO, ESSA MULHER PREMEDITOU TUDO,FEZ ACONTECER COM CADA DETALHE ESCOLHIDO POR ELA MESMA.NAO ESTOU PROTEGENDO A PESSOA QUE ATIROU O GATILHO DA ARMA, + SEMPRE TEREI NA MINHA HUMILDE OPINIAO, QUE ESSE POBRE HOMEM, NA VERDADE NAO TEM CULPA DESSA SITUAÇÃO TODA, ELE SOMENTE SE DEIXOU CAIR NA ARMADILHA DE UMA TREMENDA PSICOPATA. ELA PENSOU EM TUDO,EM CADA DETALHE, E CONSEGUIU TIRAR A VIDA DE UMA PESSOA, E LEVAR A OUTRA PARA UM PRESIDIO. NA VERDADE, CREIO EU QUE A JUSTIÇA AINDA SERA FEITA, E QUE ESSA POBRE DESALMADA PAGUE NA CADEIA O CRIME QUE ELA MESMA BUSCOU, TRAMOU, E FEZ ACONTECER. QUEM SOU EU ? UMA PESSOA QUE ESTUDOU, ANALISOU, E BUSCOU MUITO ENTENDER O COMPORTAMENTO DE PSICOPATAS, E ASSIM, SABENDO DE TUDO QUE HOJE EU SEI, COMPREENDO QUE ESSA MULHER É SIM UMA PSICOPATA, E QUE AS PESSOAS QUE ESTAO AO SEU REDOR, DEVEM TOMAR + CUIDADO, PARA SE MANTER EM SEGURANÇA. EU SEI QUE DEUS, O PAI CELESTE, O MESTRE MAIOR, FARA A JUSTIÇA COM ESSA PESSOA SEM ALMA QUE É ESSA MULHER.

    ResponderExcluir
  7. graças a deus ele ta na cadeia so que pouco;o lucio era uma pessoa muito especial ele era lindo por fora e por dentro.e uma grande homenagem ao um homem muito trabalhador e muito honesto so quem conhecia ele sabia a qualidade de um exemplo de homem homenagem detodos os que muitos o amavammmm.

    ResponderExcluir
  8. eu parabeniso o delegado de belo oriente que prendeu o assasino agora a justiça ta feita que ele nao saia de la tao cedo. parabens

    ResponderExcluir

O espaço de comentários do blog são moderados.