Visualizar
Loading...

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Batida entre Celta e caminhão mata ajudante


AKR / JVA
Os dois veículos bateram perto do trevo de ligação à estrada A-900, que dá acesso a Ipaba
IPABA – Uma pessoa morreu em um acidente no final da tarde desta terça-feira (20), na BR-458, próximo ao trevo de ligação à estrada A-900, que dá acesso ao município de Ipaba. A vítima estava em um caminhão que bateu contra um Celta e tombou. 

Conforme testemunhas, o caminhão Mercedes-Benz placas GTP-0281, dirigido por Danilo Gomes Mota, de 22 anos, seguia em direção a Iapu. Já perto do trevo de acesso a Ipaba, o motorista perdeu o controle da direção e foi parar em cima do canteiro central. Em seguida, o caminhão ficou desgovernado e acabou atingido pelo Chevrolet Celta (LSO-0428), que era conduzido por Agnaldo de Oliveira Souza, 33, e vinha na direção contrária. Logo depois, o Mercedes-Benz tombou. No caminhão, além de Danilo, estavam dois ajudantes. Um deles, Willian Ribeiro de Almeida, morador da Rua Teresina, no Bairro Veneza II, morreu esmagado debaixo do veículo. O acidente aconteceu no quilômetro 128 da rodovia. Danilo e os dois ajudantes, que não se feriram com gravidade, haviam trabalhado em entregas em Ipaba e seguiam para o distrito de Vale Verde. 

Após os trabalhos de praxe do perito Gilmar Miranda, o corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga. 


Colisão entre caminhão e Celta mata ajudante


O veículo, que saía da ALM-900 (rodovia de ligação com a BR-458), foi atingido pelo Celta que trafegava pela estrada federal sentido a Ipatinga


Wellington Fred / Diário do Aço
I015957.jpg
O Mercedes 608 tombou na BR-458, no trevo de Ipaba, após ser colidido na lateral pelo Celta

IPABA – O ajudante Willian Ribeiro de Almeida, de 31 anos, morador do bairro Jardim Panorama, morreu na tarde dessa terça-feira (20) prensando sob o baú do caminhão em que viajava como passageiro. O veículo, que saía da ALM-900 (rodovia de ligação com a BR-458), foi atingido pelo Celta que trafegava pela estrada federal sentido a Ipatinga. Willian foi lançado para fora da cabine, sob a suspeita de não estar usando o cinto de segurança.
O comerciante Agnaldo Oliveira Souza, 32 anos, contou ao DIÁRIO DO AÇO que dirigia o Celta placas LSO-0428 (Iapu), sentido a Ipatinga, quando notou que o caminhão-baú entrou de repente sem observar o trânsito na rodovia, ao sair do trevo. “Não pude fazer nada. Nem para frear tive tempo. Pensei que iria morrer”, contou o rapaz, com um ferimento na cabeça em decorrência do impacto, mas sem gravidade.
O impacto entre o Celta e o caminhão Mercedes-Benz 608 placas GTP-0281 (Betim), dirigido por Danilo Gomes Mota, de 22 anos, provocou o tombamento do caminhão. Estavam no carro dois ajudantes, entre eles Willian, que foi lançado para fora. “A porta abriu e meu colega caiu da cabine. Não sei o que aconteceu, mas o freio não funcionou, parece que o pedal travou”, disse o rapaz ao tentar explicar por qual motivo não parou o veículo ao se aproximar do trevo.
Danilo e o outro colega saíram sem ferimentos, sorte que não teve Willian, que morreu sob o baú. Uma unidade do Samu chegou a se deslocar até o local, mas apenas constatou o óbito do ajudante. Os militares do Corpo de Bombeiros utilizaram uma almofada pneumática para levantar o caminhão e retirar o corpo da vítima.
O perito Gilmar Miranda realizou a perícia no local do acidente e terá cerca de 30 dias para emitir um laudo acerca das causas da colisão entre os dois veículos. O corpo de Willian, que trabalhava há pouco tempo na empresa de entregas, foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Ipatinga. O registro do acidente foi feito pela Polícia Militar Rodoviária.

0 comentários:

Postar um comentário

O espaço de comentários do blog são moderados.